Blog

SIM… isso é possível!

Como? Vamos te dar algumas dicas aqui!

É possível sim entregar EPIs aos funcionários sem tanta papelada e otimizando o tempo da equipe de Segurança do trabalho, RH e Almoxarifado.

Estas áreas tem algo em comum: são responsáveis por diversas outras atribuições importantes, além de entregar, controlar e monitorar o uso dos EPIs pelos funcionários.

Para otimizar o tempo das pessoas destas áreas preparamos algumas dicas de como colocar isso em prática, levando em conta a legislação vigente e o efeito que eventuais ações trabalhistas podem acarretar sobre a empresa, caso não seguida corretamente.

No dia a dia da empresa, para colocar em prática o processo de entrega e monitoramento ou substituição dos EPIs, existe uma redundância de atividades onde:

1) o setor de Recursos Humanos possui e realiza o cadastro de informações do funcionário;

2) a Segurança do trabalho (área de SESMT) registra as normas e procedimentos de qual EPI deve ser entregue conforme a periculosidade a que o posto de trabalho expõe;

3) por sua vez o setor de Compras ou Almoxarifado que adquire, controla estoques, recebe e faz as baixas estes EPIs;

Ou seja, é muito comum da responsabilidade estar compartilhada, com várias pessoas cuidando de um mesmo assunto na empresa, gerando, muitas vezes, dificuldade de comunicação. Exigindo mais de um controle, planilhas, registros paralelos nas duas ou três áreas e aí chegamos ao vilão que queremos combater: o RETRABALHO.

Quando a empresa recebe algum acionamento jurídico por motivo do não uso (“falta de”) EPIs, as três áreas se transformam em uma caça aos arquivos em papel para identificar onde está a informação. Juntar estes controles das áreas ou confirmar qual informação está mais atualizada. Novamente no nosso vilão RETRABALHO aparece.

Reunindo forças contra o vilão Retrabalho: Ganho de tempo!

ERPs de mercado que possuem controle de RH normalmente já tem funcionalidades para registrar as entregas dos EPIs aos colaboradores em módulos de Segurança e Medicina do Trabalho. Um exemplo disso é o uso do HCM Datasul, com uma ferramenta de Coleta de dados aplicada a Entrega de EPI. As informações de entrega dos EPIs ao funcionário são feitas em um único lugar e de uma única vez.

  • Registra a Entrega dos EPIs ao funcionário.
  • Movimentação de baixa do estoque do almoxarifado.
  • Marca devolução da entrega de EPIs anteriores.

Na prática, em um processo como este citado onde os registros nos sistemas de controle são realizados de uma única vez temos ganho de tempo.

Também vale observar o seguinte:

entrega de EPIs

Com as dicas e a prática do processo acima as empresas combatem o retrabalho com maior controle sistêmico, acesso rápido a informação, menos papel e ganho de tempo.

Para enfatizar a importância da conscientização sobre o uso dos EPIs, substituição nos prazos corretos e o monitoramento sobre o seu uso vou compartilhar uma história com vocês:

Meu pai trabalhou 43 anos em uma grande indústria brasileira de grau de risco IV, com mais de 6.000 funcionários. A carreira profissional dele foi nas áreas de RH e Segurança do Trabalho, e por isso vivenciou diversas situações e complicações de casos com desdobramento desagradável para a empresa ou para o funcionário. Diversas situações de colaboradores que, embora recebessem os EPIs não utilizavam corretamente ou não seguiam a orientação da empresa para sua proteção, resultando em lesões decorrentes de acidentes ou doenças, ocasionando conseqüências para ele, familiares e também para a empresa, além de reclamatória trabalhista.

Alguns problemas decorrentes do não uso, ou uso incorreto dos EPIs podem ter consequência imediata como um acidente, outros são sentidos ao longo do tempo de exposição ao risco, são os casos das doença ocupacionais, citando exemplos: a surdez, doenças pulmonares como a silicose, câncer de pulmão, a pneumoconiose entre outras que são adquiridas devido a permanência de exposição sem proteção. Portanto a experiência do meu pai vem compartilhar conosco que a entrega, o treinamento e o controle dos Equipamentos de Proteção Individual são fundamentais para resguardar a empresa e a saúde dos colaboradores. Bom senso, seguir as normas e procedimentos, monitorar e controlar colaboradores que nem sempre se comportam como deveriam é um desafio para qualquer empresa.

Se sua empresa precisa melhorar estes controles, ganhar tempo, diminuir os retrabalhos conte com ajuda sistêmica para esse processo, conte com a Sensus. Ajudamos nossos clientes automatizando tarefas na entrega de EPIs:

  • Painel de acompanhamento de entregas planejadas ou avulsas;
  • Entrega Offline;
  • Execução da entrega via tablet ou smartphone;
  • Disponibiliza informações de entrega de EPI e treinamento para o E-social via ERP HCM Datasul;
  • Geração de relatório com assinatura digital.

Entregue os EPIs da sua empresa de forma automatizada eliminando uso papeis e minimizando os erros. Conheça a ferramenta Octopus coleta de dados aplicado a Entrega de EPI’s.   (47) 3029-2866  fale.com@sensustec.com.br

 

 

VEJA TAMBÉM: